Bem vindo ao Anti-Religiosidade!

Combatendo heresias e compartilhado o amor e unidade do Evangelho,

sem estruturas, hierarquias ou complicações.


Oferta

Pastores da bíblia eram trabalhadores, e não viviam as custas do Evangelho. (2 Tessalonicenses 3:7-8); 


Oferta é alimento para os pobres, não para sustento pastoral. (1 Coríntios 16:1;2 Coríntios 9:9-10; Atos 8:20);



Dízimo de Abraão

O dízimo de Abraão nada tem haver com o dízimo da Lei de Moisés. Abrão dizimou uma única vez na vida, não para sempre. Foi voluntário e não foi 10% (Gênesis 14); 

O dízimo da Lei

Casa do Tesouro nunca foi um templo religioso protestante, era um silo para guardar alimentos para os famintos.

Dízimo nunca foi dinheiro, ouro ou pedras preciosas, era alimento. (II Crônicas 31:5-6; Sm 8:15); 

Dízimo era dado de 3 em 3 anos, 10% era destinado aos necessitados (Deuteronômio 14:28-29);

Quem rouba a Deus nos dízimos são os sacerdotes não os fiéis. (Malaquias 2:1); 

Devorador é um gafanhoto e não um demônio (Joel 1.3,4);

Benção sem medida é chuva para se obter os dízimos do fruto da terra (Levítico. 27:30-32); 

Dízimo foi dado exclusivamente para os judeus de Levi, esse costume foi de Abraão até Levi. (Hebreus 7:5) 

Somente os sacerdotes de Levi poderiam recolher dizimo, não o pastor (Números 18:21; Números 18:24); 

Para ser dizimista deveria-se guardar toda a Lei de Moisés. (Hebreus 7:5; Hebreus 7:9; Gálatas 3:10) 

Dízimo era apenas um dos elementos da Lei de Moisés (Hebreus 7:18); Cristo aboliu a Lei de Moisés na cruz, junto com o sacerdócio (padre) (Hebreus 7:28; Hebreus 9:16 -17); 

O dízimo nos dias de hoje

 Invencionice cinista! Baseado no nada.

Dizimo no Novo Testamento? (Mateus 23:23),"Ai de Vos" Quem? judeus ou cristãos? Esses dois homens são judeus, estão sobre os mantos da Lei de Moisés, e segundo a Lei, eles precisam obedecê-la até que viesse a promessa, o Messias para cumprir a profecia em si mesmo, ou seja, até a morte de Jesus (Hebreus 9:17). Nesse momento é dito "Está consumado" e o ministério da Lei tem seu fim e inicia-se o ministério da graça! Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.(Romanos 10:4)

O Pastor da bíblia nunca recolheu dízimos (Atos 15), a coleta era alimentos para os famintos (Romanos 15:26); E nunca foi para construção de templos, basílicas e catedrais, muito menos para o sustento de quem tem preguiça de trabalhar. Os discípulos trabalhavam para dar exemplo. E esporadicamente, quando não tinham condições de trabalhar viviam de caridade (Oferta).

Marcos Martins