Bem vindo ao Anti-Religiosidade!

Combatendo heresias e compartilhado o amor e unidade do Evangelho,

sem estruturas, hierarquias ou complicações.




Discípulos de Jesus são os que com Ele se identificam como Senhor, como Deus, como amigo e como Pai.


Eles entendem que Jesus veio implantar um Reino que não é “deste mundo”. Eles são capazes de servir e se doar sem um desejo escondido por ganância e promoção.

Os discípulos de Jesus não servem só quando o Pastor está olhando. Eles muitas vezes, o fazem em secreto. Mesmo quando são “injustiçados” não proclamam sua causa publicamente. Sabem perdoar mesmo quando a ofensa é grande. Não manipulam passagens bíblicas para sustentar seus desejos maquiavélicos de grandeza e vingança. Não invejam ministérios e nem difamam por falta de argumentos.

Mesmo quando não concordam, sabem amar e separar o pessoal do social. Amam seus inimigos e não prometem retaliação. Discípulos de Jesus são a verdadeira Igreja que não conquistará a “política”, mas conquistará os corações. Esta igreja é perseguida, da mesma forma como os fariseus “religiosos” fizeram com Jesus. Esta, não é a maioria e está presente dentro e fora da Igreja Institucionalizada.

Já os discípulos da “Igreja” são constantemente vistos em brigas e dissensões dentro das suas comunidades da fé. Seu discurso de santidade só serve para o outro, pois sua fala não condiz com o comportamento marcado por inveja e fofoca. Adoram aparecer e se preciso for irão usar táticas carnais para derrubar aqueles que estão no caminho da sua promoção.

Usam o púlpito para indiretas e ofensas. Quando se levantam contra a Igreja de Jesus, geralmente não sucedem. Quando encontram pessoas de ponto de vista diferentes dos seus ou dos seus líderes, rotulam e dificilmente perdoam. Não sabem diferenciar a defesa do Evangelho do julgamento social.

O discurso de ganância é muito atraente para estes, pois seu coração se identifica com tais sentimentos. Eles querem mais desta terra mesmo que sua oferta seja a base da ganância. Usam Deus e seus “princípios” para decretar falência, derrota bem como benção e maldição. Enquanto os líderes desta Igreja enriquecem, o povo se distancia do Evangelho de Jesus.

Nesta Igreja os líderes são carismáticos, gananciosos e políticos (nem sempre politizados). Além disso, se auto declaram patriarcas, sacerdotes, apóstolos e vice representantes de Jesus. Não sabem, contudo que este Jesus deles já se apartou. Estes prevalecerão até que se cumpra a Escritura e a apostasia cresça (dentro da Igreja).

Faça o teste e veja onde você se encaixa! 


Fonte: Gospel +


Marcos Martins